DestaquesNotícias

O Melhor Prêmio do Design

By 10 de novembro de 2011 6 Comments

Uma forma de reconhecer bons projetos de design são os diversos prêmios organizados por diferentes associações e companhias nacionais e internacionais. Através de selos e troféus, que representam a conquista dos prêmios, os designers têm uma forma de agregar valor aos seus trabalhos no mercado, isto é, de ter uma ferramenta de marketing. Entretanto, os prêmios existentes não são a única e nem mesmo a principal forma de agregar valor ao design e para seus profissionais.

Muitas vezes os prêmios são conquistados por projetos conceituais que não foram e nem serão lançados no mercado. O melhor prêmio para o setor são aqueles projetos em que o design permitiu o acesso de um cliente, produto ou marca em outro mercado, que aumenta a competitividade gerando emprego e renda para o país. Vamos à outros exemplos. Projetos que reduziram custos das empresas em tempos de crise e que simultaneamente melhoraram a funcionalidade de seus produtos e serviços. Um sorriso de um presidente de empresa vendo o relatório de ROI (retorno sobre o investimento) do projeto de design e seus resultados reais no mercado. Projetos de design que elevam a aceitação dos consumidores criando um melhor relacionamento marca-mercado e por conseqüência tendo uma projeção de faturamento saudável. Projetos que realmente agreguem valor, ou seja, que aumentem a margem de lucro das empresas para que estas possam ter mais investimentos na qualificação e benefícios dos seus funcionários. Projetos que efetivem o conceito de sustentabilidade, não só ambiental, mas também sócio-econômica. Enfim, o melhor prêmio do design é o reconhecimento do mercado pelos resultados que gerou para as empresas, para os consumidores e para o país. Que fez melhorar a qualidade de vida da sociedade.

Sabe-se que ainda existe muito preconceito com a atividade de design. E se o setor continuar agindo desta forma, que prioriza mais conceitos do que resultados propriamente ditos, persistirá o preconceito, pois as empresas e consumidores querem marcas, produtos e serviços que façam real diferença em suas vidas, que lhe dêem resultados. Ou você acha que a Apple está preocupada em ganhar prêmios de design com seus produtos?

Abraços,

Eduardo M. Borba

6 Comments

  • Ale disse:

    Além de que os prêmios de design são conhecidos entre os profissionais da área. Uma pessoa leiga não sabe o que é e muito menos vai dar valor a isso, e ao design.

    • Borba disse:

      É verdade. E a única oportunidade que a população teve contato com isso foi numa novela do horário nobre da Plim-Plim. Mesmo assim foi pontual e não transmitiu a realidade da atividade.

  • Patricia Zimmermann disse:

    Eduardo,
    Acho muito pertinente sua citação precisamos de idéias funcionais que culminem em produtos que solucionem problemas reais certo?
    Adorei.. acredito que o designer precisa pensar como seres reais que enfrentam dificuldades no dia-a-dia assim como seus clientes.Parece óbvio mas nem sempre é assim a extrema preocupação com o “conceito” muitas vezes inviabiliza a função comprometendo o acesso do produto em um mercado mais abrangente.Daí a importância de incentivar prêmios na área que tenham essa relação em seu critério de escolha do que é “melhor projeto”.
    abraço
    Patricia

  • Andre Luis Orthey disse:

    Acredito que ser conceitual tem sua importância, mas, conceito por conceito fica sem sentido, na minha opinião, sem uma aplicação real, funcional e que permita contribuir para uma melhor qualidade, seja ela ambiental, econômica, social, cultural e por aí vai. Por isso concordo com vc de que a melhor premiação é o reconhecimento, é a melhoria de uma acessibilidade ou atividade prática, proporcionada por uma inovação provocada pelo Design.
    Abraços!

    • Borba disse:

      Grande André! Talvez inserir os resultados práticos dos projetos de design como um dos requisitos dos prêmios, fomente mais empreendedorismo no setor. Precisamos de mais EMPREENDESIGNERS!