blog FAZ
  • 08 de novembro de 2013

    Pictos Rio 2016

    Os pictogramas esportivos são uma tradição na história dos Jogos. E, em 2016, pela primeira vez desde a edição de Tóquio em 1964, cada esporte Olímpico e Paralímpico terá um símbolo próprio. No total são 64 pictogramas – 41 Olímpicos e 23 Paralímpicos – que foram apresentados ontem, dia 07/11, pelo Comitê Rio 2016.

    Segundo o Comitê, os primeiros traços foram feitos à mão, baseados em pesquisas de imagens feitas de cada um dos esportes e inspirados na tipografia oficial Rio 2016. No conjunto tipográfico, foram representados elementos da cidade, como o calçadão de Copacabana na letras M e N, e a Pedra da Gavea na letra R.

    O processo durou 16 meses, envolveu 28 profissionais da área de design e envolveu todas as federações internacionais, vários setores do Comitê Rio 2016, do COI e do Comitê Paralímpico Internacional.

     

     

    Versáteis, os desenhos podem ser aplicados em diferentes planos de fundo (Foto: Rio 2016/Alex Ferro)

    Rascunho mostra o desenvolvimento do picto criado para representar o boxe (Foto: Rio 2016/Alex Ferro)

    Detalhe mostra diferentes etapas do processo de criação do pictograma de tiro esportivo (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

    Os melhores foram escolhidos a partir de uma série de estudos de posição e ângulo (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

    A moldura de cada picto segue o modelo seixo (pedra arredondada), inspirado nas curvas da paisagem carioca (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

    Todos os pictogramas foram desenvolvidos pela equipe de designers do Comitê Rio 2016 (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

    Pela primeira vez, pictogramas exclusivos vão representar as disciplinas Paralímpicas (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

    A escolha da posição do picto é baseada em um estudo dos principais momentos de explosão de cada disciplina (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

    O traço escolhido para o desenho dos pictos foi inspirado na fonte Rio 2016, também criada especialmente para os Jogos (Foto:Rio 2016/Alex Ferro)

     

    Fontes: Rio 2016, Globo Esporte e abcDesign

    Comentários: