blog FAZ
  • 12 de novembro de 2013

    Cidades Sustentáveis

    Gerenciamento do lixo, diminuição das emissões de gases de efeito estufa, melhorias na mobilidade urbana, energias limpas, construções sustentáveis, educação de qualidade para todos; estas são algumas das principais ações encontradas por cidades do mundo inteiro para trazer qualidade de vida à população e garantir um futuro melhor para o nosso planeta, atendendo aos três pilares da sustentabilidade – econômico, ambiental e social –, além de cuidar melhor do nosso meio ambiente.

    Observando estas questões, o Pensamento Verde preparou um especial que mostra as principais iniciativas de oito municípios ao redor do mundo – escolhidos pela importância, grandiosidade e inovação de seus projetos – que se tornaram Cidades Sustentáveis.

    Para saber mais sobre cada cidade, clique nas imagens.

    Curitiba

    A cidade, no Paraná, venceu o Prêmio Global Green City Award, entregue durante a Rio+20 em 2012, pela implementação de iniciativas verdes como Programa Câmbio Verde e o planejamento urbano orientado pela sustentabilidade.

     

    Masdar City

    Localizada no emirado de Abu Dhabi, Emirados Árabes, é uma smart city construída do zero, projetada para ter emissão zero de carbono, objetivo que poderá ser alcançado através das alternativas renováveis que serão implantadas em toda a estrutura da cidade, desde o transporte até a produção de energia solar em uma fazenda fotovoltaica.

     

    Bogotá

    A prefeitura desta cidade da América do Sul, capital da Colômbia com mais de 7 milhões de habitantes, melhorou a qualidade de vida da população local com transporte público eficiente, ciclovias, criação de espaços verdes, além de diminuir a criminalidade e o tráfico de animais na região.

     

    Songdo

    Esta nova cidade do continente asiático, mais precisamente na Coréia do Sul, com capacidade para 40 mil habitantes, é mais uma smart city que busca a qualidade de vida dos moradores e a preservação do meio ambiente. Através de um sistema inteligente, toda a sua estrutura será administrada e monitorada por redes sem fio, além de contar com transportes públicos elétricos e aquáticos.

     

    Cidade do México

    Capital mexicana que já teve o título de mais poluída do mundo em 1992. Com uma estratégia de gestão ambiental eficiente, a cidade criou um “Plano Verde” que visa melhorar setores como mobilidade, qualidade do ar, gestão de resíduos sólidos, entre outros, que já estão rendendo premiações e transformando-a em exemplo a ser seguido.

     

    Estocolmo

    Vencedora do prêmio Capital Verde da Europa em 2010, a capital sueca busca zerar a utilização de combustíveis fósseis até 2050, diminuindo ainda mais o seu índice de emissão de CO2 per capita, que hoje já está abaixo da média europeia. Além disso, tem como principais destaques o gerenciamento de resíduos sólidos; melhoria da qualidade da água; mobilidade; energia sustentável e transformação de uma área industrial em um bairro “verde”.

     

    Copenhagen

    Este município europeu, capital da Dinamarca, é reconhecido no mundo inteiro como a Cidade das Bicicletas, pela quantidade de pessoas que utilizam este meio de transporte para trabalhar, ir à escola, ao supermercado, entre outras atividades do dia a dia. Além de contar com uma grande extensão de ciclovias, a prefeitura pretende aumentar este espaço até 2015. Além disso, a cidade conta com uma fazenda eólica que produz cerca de 20% de toda a energia gerada. Estas e outras iniciativas contribuem com o objetivo de combater as mudanças climáticas.

     

    Londres

    A charmosa cidade de Londres tem uma vila chamada BedZED, no bairro de Sutton, como a sua maior alternativa para combater os impactos negativos provocados pelo Homem no meio ambiente. Preservar os recursos naturais e ter emissão zero de carbono são os principais objetivos deste projeto que começou em 2002. A vila conta com um sistema de aquecimento solar, de reutilização da água, climatização de ambiente e carros elétricos, tudo visando a eficiência energética, diminuição dos impactos ambientais e da emissão de CO2.

     

    Fonte: Pensamento Verde

     

    Comentários: