blog FAZ
  • 07 de novembro de 2013

    Briefing: Projete algo que resolva um problema

    James Dyson Award é um prêmio internacional que celebra, estimula e inspira a próxima geração de designers e engenheiros.

    Vinte invenções foram pré-selecionadas para o prêmio deste ano. O vencedor ganhará a “bagatela” de 30 mil libras (R$ 105 mil). Ao todo, 650 projetos competiram, de 18 países.

    O vencedor internacional será anunciado no dia 7 de novembro, juntamente com dois projetos que ficarão em segundo lugar.

     

    Biowool

    Projeto britânico que pega restos de material da indústria da lã e transforma em material que pode ser usado como substituto para o plástico.

     

    Xarius

    Desenvolvido na Alemanha, o objeto usa o vento para gerar energia, podendo depois ser usado para recarregar outros dispositivos, como um celular por exemplo.

     

    Sono

    Projeto da Áustria, procura anular certos sons, impedindo-os de passar pela janela. Usuários podem selecionar que tons eliminar via wi-fi.

     

    Oltu

    Promete oferecer mais espaço na geladeira, por armazenar frutas e vegetais. A invenção espanhola usa o excesso de calor produzido atrás da geladeira para gerar energia a quatro áreas diferentes que podem ser reguladas como fria ou quente, molhada ou seca.

     

    Revolights

    É um produto americano que tem como objetivo proteger o ciclista. É composto por luzes de LED e colocado nas rodas da bicicleta.

     

    Comb

    Projeto austríaco de caminhão basculante sem condutor. A proposta é usar a tecnologia de localização por GPS para direcionar o veículo.

     

    Stack

    É uma impressora fina que se move sobre uma resma de papel e dispensa a necessidade de introduzir papel como nos dispositivos convencionais. A equipe suíça por trás desta invenção afirma que seria ideal para pequenas casas.

     

    Denso

    A ideia por trás desta ferramenta automatizada é deixar médicos livres para realizar outras tarefas. A equipe canadense responsável pelo projeto desenvolveu a ferramenta para fazer suturas durante cirurgias abdominais. A equipe acredita que a invenção poderia ajudar a reduzir o tempo de intervenção.

     

    TeamO

    Foi desenvolvido para garantir que uma pessoa que é conduzida por um salva-vidas permaneça com o rosto para fora d’água. Os criadores britânicos também colocaram um suporte na base do pescoço, para protegê-la das ondas.

     

    Cortex

    É um imobilizador impresso em 3D que pode ser usado como alternativa para o gesso, que são pesados​​, causam coceira e odor. Os criadores neozelandeses enfatizam que é feito de plástico reciclável.

     

    Renewable Wave Power

    Já levou o prêmio na rodada britânica do concurso James Dyson. A ferramenta usa pistões interligados para colher energia das marés com o objetivo de resolver o problema que esse tipo de gerador tem de apenas funcionar quando a água viaja em uma direção.

     

    Mamori

    Projetado por uma equipe de engenheiros da Irlanda, Mamori é um protetor de boca equipado com sensores. Seu objetivo é acompanhar atletas e alertar médicos se detectar um alto risco de concussão.

     

    Titan Arm

    Criado por uma equipe americana, é um exoesqueleto que promete estimular a força do usuário. Seus criadores sugerem também que ele pode ser usado para auxiliar na regeneração das fibras musculares danificadas.

     

    E-health

    Usa computadores Raspberry Pi e Arduino para oferecer uma opção barata de medição de pressão, de níveis de oxigênio no sangue, e outros dados biométricos. Os inventores espanhóis acreditam que os proprietários poderiam utilizar as informações para um diagnóstico sem sair de casa.

     

    Awaring

    Foi projetado para ajudar pessoas com perda auditiva a acompanhar conversas. O dispositivo japonês usa luzes para indicar quem está falando e quão alto.

     

    Handie

    Os componentes do Handie podem ser reproduzidos usando uma impressora 3D. Os inventores japoneses alegam que desta forma seria mais barato fazer a manutenção de uma mão protética.

     

    Gluco

    Utiliza um smartphone ligado a um relógio para medir a quantidade de glicose no sangue. A equipe francesa por trás da invenção diz que se o nível se tornar muito alto ou baixo, a informação poderia ser transmitida para a pessoa que você escolher como contato.

     

    Hydros

    Oferece uma atualização para a maneira como são fabricados coletes salva-vidas. Segundo a equipe irlandesa responsável pela invenção, ele é mais confortável e oferece melhor proteção contra o frio do que os designs tradicionais.

     

    Roam

    É um nebulizador criado especialmente para as crianças. A invenção australiana inclui uma máscara nasal e, de acordo com os criadores, é mais portátil do que as alternativas atuais para tratar um ataque de asma.

     

    Lenify


    É uma maca que pode ser dividida em três partes. A equipe dos Estados Unidos por trás dessa invenção garante que seu projeto permite que os paramédicos deslizem as diferentes partes da maca embaixo do paciente, ao invés de ter que levantá-lo, o que, no caso de determinadas lesões, pode causar mais danos. O vencedor será anunciado no dia 7 de novembro.

     

    Fonte: BBC Brasil

    Comentários: