blog FAZ
  • 11 de dezembro de 2013

    2014, Tempo de Design

    Nesta época do ano é comum o recebimento de e-mails marketing e materiais digitais sobre as festas que estão por vir e os dias de descanso esperados ansiosamente. Mas como fazer isso de uma maneira diferenciada, sem os famosos ícones de natal e afins?

    Por ser um ambiente criativo, a FAZ se viu desafiada a sair da zona de conforto e propor mais que um material digital, uma experiência que trouxesse uma nova dinâmica à equipe. Com isso, iniciou-se a operação “2014, Tempo de Design”.

    Como principal característica de briefing, o job deveria ser executado em sua maior parte de maneira manual. Não que os equipamentos eletrônicos não sejam essenciais, mas praticar o hand made provoca o criativo a sair do mundo digital e dar lugar às ideias que muitas vezes parecem fora de alcance. E assim, com base em pesquisas visuais, de referências e tendências, a técnica conhecida por quilling foi adotada para o desenvolvimento do material. Trata-se de uma técnica que consiste em montar painéis através da junção de diversos filetes de papel, enrolados das mais diferentes formas.

    Sendo assim, ter a matéria prima – no caso o papel – era de fundamental relevância. Para tornar o processo mais emocionante, foi feita a restrição de utilização apenas de materiais e equipamentos já disponíveis no escritório. O que poderia ser uma dificuldade alimentou ainda mais a criatividade.

    Depois de cortar e enrolar as mais de 400 tiras de papel, dispô-las nos números montados em forma de nichos, combinar as cores e elementos, o principal do layout estava montado. Mas, e que tal aprimorar a técnica e utilizar o papel também para montar a parte tipográfica do material? O processo foi demorado e cansativo, mas instigante o suficiente para mobilizar a equipe a ir além.

    Feito o pôster, iniciou-se a etapa de fotografia. Sem a utilização de um estúdio fotográfico profissional, contou-se com a ajuda do céu levemente nublado de Joinville para realizar a foto do material.
    Faltava então apenas a arte finalização, utilizada de forma limitada para não interferir na estética natural alcançada.

    Confira o resultado desse trabalho todo abaixo:

     

    Na galeria abaixo você pode baixar grátis wallpaper para seu iPhone, iPad ou desktop.

     

     

    Comentários: